Dente a Zeros


Não sou muito de me queixar, mas febre e dor de dentes deixam-me debilitado e … irritado!

Há uns dias que um dente, situado em baixo à direita, anda a provocar-me.

Sim, já fui ao Doutor no final de julho e, aparentemente, era só tártaro.

Eu expliquei-lhe que já bebo pouca água por causa disso, mas o RX não detetou nenhum problema no dito cujo.

Sentei-me em frente ao computador, tentei não pensar na dor que me aflige e esperei que eles surgissem no monitor.

“Bom dia Tio”, cumprimentou o OLHA. “Que cara é essa?”.

“Já explico, deixa chegar os outros”, expliquei-lhe eu.

A RODINHAS e o ALÉU surgiram de seguida. Depois dos cumprimentos, passei a explicar.

“Tenho um dente a doer-me”.

“Porque não tomas qualquer coisa?”, sugeriu a RODINHAS.

“Já tomei, mas ainda não fez efeito. Bem, deixemo-nos de lamechices e vamos ao trabalho. Alguém tem alguma coisa fora da caixa?”.

“Eu queria falar de uma situação de ontem que o Tio gosta de destacar. No campeonato feminino espanhol tivemos um empate sem golos!”, informou o ALÉU.

“A sério!? Eu é que falei desse campeonato e não me apercebi”, confessei.

“Foi na partida entre o Club Patín Fraga, que subiu esta época, e o Telecable HC, por isso destaque para as duas guarda-redes, Anna Ferrer e Fernanda Hidalgo”.

“Elas merecem essa distinção. Mais alguma coisa? Silêncio é sinal de consentimento, por isso vamos em frente. Vamos manter a tática, sendo que eu vou acompanhar a final da Taça Continental e vocês escolhem os outros jogos que cada um faz”.

“Combinado. Até logo Tio, as melhoras”, gritaram eles enquanto desapareciam do monitor.

No GPS deste domingo vamos dar um pulo até ao distrito de Setúbal.

Em Santiago do Cacém temos o Hockey Clube Santiago, coletividade fundada em 2007.

O concelho perdeu 5,6% da sua população na última década, registando 14300 habitantes no final de 2021.

Partindo de Lisboa chega a Santiago em pouco mais de hora e meia, vá até ao número 22 da Rua Camilo Castelo Branco e tome uma boa refeição no Restaurante O Grelhador.

Nota-se que o verão está a chegar ao fim.

Já de noite, mas com a temperatura ainda quente, espero que eles surjam nas suas pequenas janelas.

“Olá Tio”, chegaram eles quase em simultâneo. “Estás melhor?”, perguntou o OLHA.

“Estou si, o comprimido fez efeito e agora estou bem melhor. Mas amanhã já vou tentar uma consulta urgente”.

“Isto hoje não foi fácil”, riu-se a RODINHAS. “Houve poucos jogos, mas vamos lá começar. Eu fui ver o jogo do campeonato feminino espanhol entre o Bigues i Riells e o Voltregà. Empate a dois golos, empate em faltas (7), os dois golos das forasteiras de livre direto, um penalty e um livre direto desperdiçados, enfim, até um cartão azul não faltou”, concluiu ela.

“Gostei. Vamos lá ao próximo”.

“Sou eu. Estive de volta do Clássico entre Sporting e FC Porto, uma boa maneira de começar o campeonato. Muito equilíbrio, empate a dois golos ao intervalo, dois golos na segunda parte para os leões, que começam o campeonato mais felizes, batendo o campeão em título. Apenas um azul e as duas equipas a não chegarem às 10 faltas. Foi um bom arranque da prova”, terminou o OLHA.

“Estou de acordo. ALÉU, estiveste a ver o quê?”.

“Eu fui até aos Açores, ao Pavilhão Sidónio Serpa, onde estive a ver a final do Torneio de Ponta Delgada. Venceu a equipa favorita, mas a primeira parte foi muito equilibrada, entre duas formações que vão participar no nacional da 2ª Divisão”.

“Não sei se já vos disse, mas também já fui muito feliz nesse pavilhão. Foi lá, em 2016, que conheci o Pedro Jorge Cabral, Bruno Soares e o Mário Duarte. Vamos em frente. Eu estive de volta da final da Taça Continental onde tivemos uma pequena vingança. O Valongo que tinha perdido a final da Liga Europeia, na época passada, com o Trissino – atual campeão transalpino – desforrou-se e ganhou a final de hoje, com a curiosidade dos três golos terem assinatura portuguesa. Uma excelente vitória e uma ótima maneira de acabarmos o trabalho desta semana”.  

“Até para a semana Tio e trata desse dente”, despediram-se eles.

Agora é altura de fechar o computador e tomar mais um comprimido, pois as dores voltaram.

Nesta nova temporada vamos continuar a ter o FORA DO RINQUE, mas apenas ao domingo.

Começamos com um jovem alentejano.

Nome Completo: João Miguel Dores Mendes

Clube atual: Hóquei Clube Patinagem de Grândola

Alcunha (se tiver): Mendes

Idade: 17 anos

Local de Nascimento: Beja

Clube estrangeiro futebol: Real Madrid

Jogador português futebol: CristianoRonaldo

Jogador estrangeiro futebol: Haaland

Jogador de outra modalidade, português ou estrangeiro: Giannis Antetokounmpo

Prato: Feijoada

Sobremesa: Salame

Bebida: Água

Filme: Velocidade Furiosa

Ator: Não tenho

Atriz: Não tenho

Série televisiva: The Blacklist

Livro: Não tenho

Cidade portuguesa: Lisboa

Cidade estrangeira: Nova Iorque

Animais de estimação: Cão

Jogo de computador/consola: FIFA

Hobbies: Futebol, basquetebol e praia

Outra modalidade desportiva, se não fosse o hóquei: Basquetebol

Aquele momento ou jogo, de hóquei, que nunca vais esquecer: Um jogo em Oeiras que nos deu a passagem à final-eight.

Na SACADA deste domingo temos o jogo entre o CS Marítimo vs Hóquei Clube PDL que teve 11 golos, com o destaque para Ricardo Possidónio que sofreu sete.

Uma vitória europeia, de uma equipa portuguesa, merece sempre grande destaque.

Era difícil atribuir apenas O VELHO a um jogador do Valongo, pelo que a distinção de hoje vai para Jorge Vieira, técnico-adjunto valonguense – Edo Bosch cumpriu castigo – que a recebe em nome deste grupo de trabalho.

Outras Notícias
Ganda Liga
Ver Mais
Ressaca ibérica
Ver Mais
Dia da Mulher
Ver Mais
A cava ficou lá
Ver Mais
Ano Novo
Ver Mais
Regresso a 17 de setembro
Ver Mais