Aos tombos


“Tio, já tínhamos saudades tuas”, afirmou o ALÉU. “Como correram as coisas na Nazaré?”.

“Olá juventude. Confesso que já me fazia falta a vossa irreverência. Em relação à prova, podia ter corrido melhor”.

“Então, a organização não se portou bem?”, perguntou a RODINHAS.

“Bem pelo contrário, esteve muito bem, como é habitual. O problema foram as minhas vertigens”, expliquei eu.

“Elas regressaram?”, questionou com um ar incrédulo o OLHA.

“Exatamente. Tive dois dias de cama com a cabeça completamente zonza. Para cúmulo do azar, este ano que tinha ajuda na narração, o Pedro Castelo fazia 40 anos nesse dia e não estava por lá. Felizmente o Nuno Inácio – o meu Chefe – pegou no microfone e safou a situação”.

“Que coisa aborrecida”, exclamou o ALÉU.

“Foi mesmo. Mas ainda com dificuldades fui recuperando, fazendo os últimos dois dias sozinho, numa prova que pela primeira vez teve duas equipas portuguesas na final masculina. Bem, já chega de futebol de praia, vamos lá ao hóquei em patins. Cada um de vocês vai ter oportunidade de falar de alguma coisa importante que aconteceu nas últimas duas semanas. Quem é que quer começar?”.

“Posso ser eu”, avançou a RODINHAS. “Na 2ª divisão tivemos festa em Riba d’Ave, equipa que regressa aos melhores após um ano de ausência, afastando dessa possibilidade o Alenquer e Benfica. Quero destacar o desportivismo do público nos dois jogos, com duas claques a fazerem uma enorme festa nos dois pavilhões”.

“Sublinho esse pormenor, um grande fair-play. Vamos ao próximo”.

“Eu quero realçar os que festejaram diretamente a subida à 2ª divisão”, começou a ALÉU. “Logo à noite podemos ficamos a conhecer os dois derradeiros sortudos, mas para já estão no patamar seguinte o Valongo B, Escola Livre, Entroncamento e Sporting B”.

“Eu tenho estado atento à 1ª divisão, na sua fase decisiva. Curiosamente tivemos uma meia-final a norte e outra a sul – o derby eterno – com durações diferentes. Hoje joga-se a segunda partida da final, na Luz, depois de uma ausência dos encarnados no Dragão”, terminou o OLHA.

“Gostei. Vamos à procura do almoço, para regressarmos à nossa sala logo ao final do dia. Já sabem que mais logo cada um de nós conta-nos algo sobre um jogo e eu também vou fazer um. Vamos lá escolher”.

Uma breve reunião e rapidamente distribuímos o trabalho”.

“Até logo Tio”, gritaram os três, enquanto corriam para a saída.

No GPS de hoje vamos até ao distrito de Aveiro para conhecermos o Hóquei Académico de Cambra, clube fundado em 1999.

Situado em Vale de Cambra, o município nos últimos dez anos perdeu 6,9% da população, registando no final de 2021 perto de 21300 habitantes.

Se partir do Porto chega em três quatros de hora, podendo satisfazer a sua necessidade gastronómica no Restaurante Nino da Freita, na Rua dos Carvalhos.

Já na nossa sala sentei-me e pensei: “Ainda falta uma semana para irmos de férias e já estou com saudades destes fóruns semanais”.

Com os jogos já escolhidos, ainda esta manhã, aproveitei para olhar para a fase de apuramento dos escalões de formação a nível nacional. Olhei uma vez, duas e três vezes, mas não consegui perceber, pelo que o defeito deve ser da minha idade.

“Boa tarde Tio”, gritaram os três em uníssono, deixando-me quase em pânico.

“Bolas, vocês um dia destes matam-me do coração!”.

“Podemos falar de algo sem ser hóquei em patins?”, perguntou a RODINHAS.

“Não, fora da caixa é de manhã. Vamos lá aos jogos que tínhamos combinado para hoje. Começo eu que estive a ver o segundo jogo do play-off da 1ª divisão. No primeiro jogo a baliza azul-e-branca ficou a zero, sendo que hoje foi a vez da encarnada ficar igual. Parece que não está fácil as duas equipas estarem presentes no mesmo jogo. Brincadeiras à parte, temos luta até ao fim e vai ser um título muito disputado. Quem é o próximo a intervir?”.

“Agora sou eu. O meu foco está na final do campeonato feminino, mais um grande derby de Lisboa”, começou a RODINHAS. “O primeiro jogo foi no João Rocha e a vida ficou mais complicada para as leoas. Tio, já agora posso fazer uma pergunta?”.

“Claro que sim”.

Porque é que a final masculina é em cinco jogos e a feminina é só em três?”.

“Não faço ideia, mas é uma pergunta pertinente. Vamos lá dar um pulinho à terceira divisão. ALÉU é a tua vez”.

“Hoje tivemos festa na zona de Leiria, mais concretamente em Marrazes, com a equipa local a garantir a subida de divisão com uma goleada em casa”, explicou o ALÉU.

“Marrazes é uma localidade que está na minha memória”, expliquei eu. “Há mais de 20 anos fui lá almoçar com uns amigos – mais a minha Princesa – ao Tromba Rija, um daqueles restaurantes tipo casamento. Estou a fugir do assunto, mas a gastronomia deixa-nos sempre boas recordações. Hoje só falta o OLHA. Avança lá”.

“Em Fânzeres também podia haver festa, não para os da casa, mas para os de Paredes, mas como deram demasiado avanço na 1ª parte, tiveram que guardar os foguetes para o próximo fim de semana em Campo de Ourique. Como já me explicou o Tio uma vez, o pior é mesmo encontrar lugar para estacionar lá ao pé do pavilhão”.

“Tens razão miúdo, muito complicado. Vamos lá às despedidas juventude”.

“Então hoje fechamos a temporada?”, quis saber a RODINHAS.

“Nada disso. Andas distraída, pois já tinha dito que terminamos a 26 de junho com uma grande festa”, esclareci eu.

“Gostamos da ideia. Até para a semana”, despediram-se eles em passo apressado.

No FORA DO RINQUE de hoje temos uma atleta que nasceu no início do século e gosta de nadar.

Nome Completo: Dora Beatriz Reis Martins

Clube atual: Associação Desportiva Sanjoanense

Alcunha (se tiver): Não tenho

Idade: 22 anos

Local de Nascimento: São João da Madeira

Clube estrangeiro futebol: Barcelona

Jogador português futebol: Pepe (defesa central do FC Porto)

Jogador estrangeiro futebol: Neymar

Jogador de outra modalidade, português ou estrangeiro: Serena Williams

Prato: Esparguete à Carbonara

Sobremesa: Salada de frutas

Bebida: Sumo de maracujá

Filme: O Livro da Vida

Ator: Tom Hiddleston

Atriz: Jennifer Lawrence

Série televisiva: Harrow

Livro: Call me by your name deAndré Aciman 

Cidade portuguesa: Porto

Cidade estrangeira: Paris

Animais de estimação: Cão

Jogo de computador/consola: Mário Kart ou Mário Galaxy

Hobbies: Ler, natação e passear

Outra modalidade desportiva, se não fosse o hóquei: Natação

Aquele momento ou jogo, de hóquei, que nunca vais esquecer: Final entre Portugal e Espanha (masculino) em Oliveira de Azeméis 2016.

Tem nome de músico e encanta com o aléu na mão.

O VELHO de hoje vai para David Fonseca (Paço de Arcos) que marcou, no escalão acima do seu, meia dúzia de golos em dois jogos.

Outras Notícias
Oriola dois anos
Ver Mais
Inadmissível!
Ver Mais
Bué de monitores
Ver Mais
Timor para sempre
Ver Mais
Aveiro à segunda
Ver Mais
20 Milhões
Ver Mais