Patudos bons


Eu sabia que eles iam perceber antes de chegarem à sala.

“Que susto, como é que está aqui um cão?”, perguntou assustado o ALÉU.

“Um não, dois, está ali outro, mas pelo menos não ladra”, afirmou o OLHA.

“Fiquei sem pinga de sangue. De quem são os cães?”, perguntou a RODINHAS.

“São meus”, expliquei-lhes eu. “Apresento-vos o Pablo e o Pizzi. Têm que ter um bocadinho de paciência, pois aqui o mais novo ladra muito, mas é pacífico. Daqui a uns minutos vai-se habituar a vocês, cala-se e ganham um amigo”.

“Mas porque é que os trouxeste?”, perguntaram os três em coro.

“Porque achei que vocês gostariam de os conhecer”.

“Eu gosto deste, o das orelhas grandes, bem simpático”, disse o ALÉU, enquanto lhe fazia festas.

“Tio, fala-nos lá um bocadinho sobre eles, pediu o OLHA.

“Está bem. O orelhudo é o Pablo, tem nove anos, é um Basset Hound e foi o primeiro cão que nós tivemos, depois de muitos anos a tentar convencer a Princesa. Quando ela acedeu, fomos à procura de um que não precisasse de muito exercício e tivesse paciência para estar muitas horas sozinho, sem fazer grandes disparates, principalmente quando são cachorros, até aos dois anos de idade. Rescaldo desse período: uns rodapés arranhados e um braço do sofá estragado”.

“Ena pá, grande chatice”, desabafou a RODINHAS.

“Quatro anos depois adotámos o Pizzi, um rafeiro arraçado de Pastor Belga Malinois, recolhido da rua e imensamente medroso. Daí ele ladrar muito, mas é muito meigo. Em relação a sofás, este destruiu um totalmente, até à madeira!”.

“A sério!? Não se zangaram com ele?”, questionou o OLHA.

“Ao princípio sim, mas depois percebemos que não havia nada a fazer. Ele sozinho em casa tinha que se entreter com alguma coisa”, brinquei eu. “Vamos lá dividir as tarefas para hoje”.

“Só uma dúvida. Os nomes deles têm a ver com jogadores do clube do Tio?”, quis saber o ALÉU.

“Bingo! E são os dois mais inteligentes do que muitos seres racionais. Bem, hoje a RODINHAS fica com a 1ª e 2ª divisões, o ALÉU com a terceira, o OLHA com o resto em Portugal e eu vou espreitar os jogos europeus e o estrangeiro”.

Antes de saírem da sala estiveram os três a fazerem festas aos dois patudos, sendo que o Pizzi já estava tranquilo e habituado aos miúdos, que já iam levando, aqui e acolá, uma bela lambidela.

No GPS de hoje vamos até ao Alto Minho para falarmos do Valença Hóquei Clube, coletividade fundada em 1987.

Partindo do Porto chega à cidade de Valença em cerca de hora e meia, sendo que este município perdeu nos últimos dez anos 3,6% da sua população, tendo nesta altura 13600 habitantes.

Quando chegar a altura de tomar uma refeição, bem perto do limite territorial com Espanha, vai encontrar o Fronteira GastroBar.

Quando eles chegaram à noite, o Pablo estava a dormir – o seu maior hobbie – e o Pizzi em posição de controlo, ainda rosnou, mas reconhecendo os seus amigos desta manhã, manteve-se calmo.

“Olá Tio. Antes de irmos aos jogos de hoje, deixa-me só dar aqui uma nota”, pediu a RODINHAS. “Esta semana o Sporting eliminou o Famalicense na Taça de Portugal e vamos ter o grande derby, na Luz, para os quartos de final”.

“Muito bem, boa referência. Vamos lá começar precisamente por ti”.

“Até esta hora, na primeira, dois jogos e o mesmo resultado. Já na segunda divisão, se a Norte parece que há estabilidade na luta pelos lugares mais apetecidos, já a Sul, tivemos um grande jogo em Alenquer, decidido nos últimos segundos, com os alenquerenses a confirmarem a candidatura à subida, numa tarde onde Murches e Oeiras preencheram o mesmo requerimento”.

“Muito bem miúda. ALÉU, venha de lá essa narração”.

“Não tenho muita coisa para dizer, porque houve poucos jogos, mas na 3ª divisão o Paredes e a equipa B do Valongo andam de braço dado, apesar dos valonguenses ainda jogarem por esta hora”.

“Antes do OLHA terminar, vou dar a minha contribuição. Na Taça WS Europe terminou a fase de grupos, com a Juventude de Viana a seguir em frente, mas o meu destaque vai para a primeira derrota do Barcelona, que perdeu na Corunha”.

“Tio, eu vou realçar um empate em São João da Madeira, entre as miúdas da casa e as do Sporting, que tiveram na frente grande parte do jogo, consentiram o empate já perto do fim e desperdiçaram um livre direto no último minuto”.

“Coisas do hóquei. Obrigado a todos e até amanhã juventude”.

“Até amanhã Tio”.

Eles saíram a correr enquanto o Pablo ressonava e o Pizzi continuava de guarda.

No FORA DO RINQUE de hoje vamos ter uma jovem internacional portuguesa, que apesar de algumas lesões graves, continua a amar o aléu.

Nome Completo: Renata Duarte Alves dos Reis Pires Balonas

Clube atual: Associação Desportiva Sanjoanense

Alcunha (se tiver): Balonas

Idade: 22 anos

Local de Nascimento: Porto

Clube estrangeiro futebol: Liverpool

Jogador português futebol: Cristiano Ronaldo

Jogador estrangeiro futebol: Leonardo Bonucci

Jogador de outra modalidade, português ou estrangeiro: Patrícia Mamona

Prato: Bacalhau com broa

Sobremesa: Petit-gâteaux com bola de gelado de baunilha

Bebida: Chá frutos vermelhos

Filme: Homem-Aranha (todos)

Ator: Tom Holland

Atriz: Rebel Wilson

Série televisiva: Friends

Livro: Não leio muito 😂

Cidade portuguesa: Porto

Cidade estrangeira: Nova Iorque

Animais de estimação: Cães e gatos

Jogo de computador/consola: Uncharted

Hobbies: Yoga, ouvir música, passear, ir ao cinema, fazer caminhadas, entre outros

Outra modalidade desportiva, se não fosse o hóquei: Voleibol

Aquele momento ou jogo, de hóquei, que nunca vais esquecer: Positivo – golo contra a Espanha no campeonato europeu na Mealhada, pois nunca tinha visto tanta gente a apoiar o feminino; Negativo – lesões graves enquanto estava a jogar e que tive que ser submetida a uma intervenção cirúrgica e parar para recuperar (desloquei o ombro esquerdo em 2017 e atualmente estou em recuperação por fratura bimaleolar do perónio no final do ano passado).

Talvez fosse o jogo mais importante do dia de hoje.

No quintalinho do Alenquer a emoção durou até ao último suspiro.

A oito segundos do fim, Xavi Duro marcou um golo que, por esta altura, ainda não se sabe da sua importância nas contas finais.

Mas para já merece O VELHO de hoje.

Outras Notícias
Fado e Cante
Ver Mais
A partida do Bibota
Ver Mais
Cavalo de ferro
Ver Mais
A enésima vez em Monte Santos
Ver Mais
Tratem do Clima
Ver Mais
Bronze feminino
Ver Mais