Benfica-Sporting: o dérbi eterno…


A jornada 12 do Campeonato Nacional da 1ª Divisão fecha hoje com a realização do “derby” eterno, Benfica-Sporting. mas algumas diferenças em relação a outros anteriores: os “águias” estão (à condição) posicionados a meio da tabela da classificação (em 7º lugar da geral) a 10 (difíceis de digerir) pontos de distância do seu adversário direto e a 13 do líder, FC Porto. O Sporting está a 3 pontos da liderança mas tem menos um jogo (precisamente este que se realiza hoje à noite) e certamente não estaria na mente dos adeptos e simpatizantes encarnados que a sua equipa teria 4 derrotas após 10 jogos realizados neste campeonato, mesmo que se reconheça que esta é uma fase Regular e que tudo será decidido no Play-Off. O Benfica é a 3ª equipa menos batida neste campeonato com 35 golos sofridos (o Sporting é a 4ª com 36) mas a grande diferença reside nos golos marcados, área em que os leões são os 3ºs mais concretizadores com 63 golos (atrás de Porto 69 e Barcelos 67) e os “águias” são os 5ºs mais concretizadores mas “somente” com 46 golos marcados (e 1 jogo a menos que o Sporting).

Um dos aspetos que mais “fere” a atenção é o da posição dos melhores goleadores de cada equipa, no Benfica Lucas Ordoñez com 12 golos marcados e a ocupar a 10ª posição da lista de goleadores da 1ª Divisão enquanto no Sporting “Nolito” Romero é o melhor goleador com 15 golos marcados mas somente na 6ª posição da mesma tabela, superados ambos por Gonçalo Alves (Porto, 25 golos marcados), Darío Giménez (Barcelos, 18), Lucas Martínez (Oliveirense, 18), Alvarinho (Barcelos, 16), Carlo Di Benedetto (Porto, 16) e empatado com Miguel Rocha (Barcelos) e Vítor Hugo (Braga). Muita gente à frente dos melhores goleadores de Benfica e Sporting, o que não é habitual.

Lista de Goleadores da 1ª Divisão

Mas, se na “frente” o panorama não é idêntico a outros anos mais profícuos, o que dizer da defesa das balizas? Ângelo Girão (3,2 golos sofridos por jogo) e Pedro Henriques (3,3) ocupam os 5º e 6º lugares de uma tabela dos guarda-redes da 1ª Divisão menos batidos, se contabilizarmos somente os que têm mais de 50% dos jogos realizados, sendo ainda mais gritante quando se compara estes dados com a média de golos sofridos de “Xavi” Malián (Porto, 2,3), o que equivale a dizer que, em média, o portista sofre menos 1 golo por jogo que sportinguista e benfiquista.

Lista de Guarda-Redes da 1ª Divisão

É interessante reparar (tabela abaixo) que o Benfica só por uma vez conseguiu 3 vitórias consecutivas e que a oscilação que apresenta na tabela por jornadas é gritante, já que por em 5 semanas ocupou o 7º lugar da tabela (note-se que tem 1 jogo a menos que o Sporting e 2 a menos que a maior parte das restantes equipas) e que em outras 3 semanas ocupou o 6º lugar da tabela, por contraste com o Sporting, que ocupou por 4 semanas o 2º lugar da classificação para depois oscilar até ao 3º lugar por 5 semanas (e uma outra no 4º lugar) para ocupar agora pela 2ª semana consecutiva o 2º lugar da tabela.

Sequência de classificações/resultados

Um dos factos mais relevantes deste início de campeonato é o que se constata na “Tabela Verde”, na qual o nome do Sporting só aparece uma vez e o do Benfica nem uma sequer, monopolizada quase totalmente pelo rival do norte.

Tabela Verde

Uma das áreas de maior relevo na caracterização da conjuntura atual da modalidade é as “Faltas de Equipa” (ver quadro abaixo), com “prestação” muito semelhante por ambas as equipas, mas não será esta a área que poderá desequilibrar a contenda para o lado de qualquer uma das equipas que hoje se defrontam porque qualquer delas dá em média por jogo mais de 10 e menos de 15 faltas de equipa, o que significa a oferta de uma oportunidade de golo ao adversário, equiparando-se perfeitamente nas “dádivas”.

Um dos maiores problemas desta época para qualquer das 2 equipas, com muito maior repercussão no percurso dos encarnados, é o das “bolas paradas”, e se analisarmos o que acontece aquando da marcação de livres diretos e grande penalidades (ver quadro abaixo), constatamos que o Sporting só aproveita 35% das oportunidades de que dispõe e, mais grave ainda, com somente 21% de sucesso na transformação de Livres Diretos! Já o Benfica, no mesmo domínio, está perto do final da tabela, sendo mesmo a 2ª equipa (a par com o Turquel) menos concretizadora neste tão importante e decisivo aspeto do jogo, com uns incríveis 25% de sucesso na transformação de bolas paradas, inadmissível para quem tem tão bons (e caros) executantes no plantel.

Bolas Paradas a favor

Se o panorama da marcação de “bolas paradas” é já bastante dececionante, pouco muda quando analisamos a “outra” face do problema, o da defesa de bolas paradas, e basta verificar que André Girão, por 9 vezes titular, e Zé Diogo Macedo, que por 2 vezes foi o escolhido, só conseguiram defender 1 em cada 2 ocasiões a que foram sujeitos (defenderam por 18 vezes em 34 tentativas, pouco menos de 53% das bolas paradas). O Benfica, por sua vez, com Pedro Henriques a ser titular 8 vezes e Rodrigo Vieira em outras 2, “parou” 64% do conjunto de livres diretos e grande penalidades com que foram confrontados, manifestamente pouco para uma equipa que almeja ser campeã.

Bolas Paradas contra

Para terminar, vejamos abaixo outra das áreas que podem ser decisivas para o resultado final de um jogo de hóquei em patins, a dos Cartões Azuis. Se por cada cartão azul com que um jogador de uma equipa é admoestado o adversário recebe a possibilidade de tentar transformar um Livre Direto, é algo perturbador verificar que o Benfica “oferece” em média 2 livres diretos aos seus adversários, enquanto o Sporting o faz com mais “contenção”, cerca de 1 vez e meia por jogo… Munição oferecida? Certamente!

Termino como o costumo fazer, quando se trata de “derbies” ou “clássicos”: o melhor é mesmo esperar e dar uma espreitadela na “Bola TV” pelas 20 horas de hoje para sabermos se é o Benfica que ficará ainda mais para trás na luta pelos lugares cimeiros da tabela classificativa (determinante na seleção de adversários para o Play-Off) e é o Sporting que perderá “caminho” para o líder, perdendo hoje a oportunidade de igualar os “dragões” na liderança do campeonato.

Outras Notícias
Marítimo-Porto em DIRETO na HPTV
Ver Mais
AP Aveiro com "new look"
Ver Mais
Lista de Nomeações até 18 de Janeiro
Ver Mais
Grandes Jogos hoje na TV... e amanhã!
Ver Mais
FELIZ 2022
Ver Mais
Resultado do sorteio dos 16 Avos de Final da Taça de Portugal
Ver Mais